AMIGOS

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

'' ADAPTAR AOS DE MOBILIDADE REDUZIDA ''




Projecto WeAdapt visa inclusão de PCNE

A WeAdapt – Inclusive Design and Engineering Solutions –, spin-off da Universidade do Minho que desenvolve e comercializar online produtos inclusivos, apresenta peças baseadas em projecto de investigação, no Parque Municipal de Exposições da Lousã, no dia 12 de Setembro, no âmbito do Festival Solidário e cujas receitas reverterão para a associação ARCIL.
Os artigos (roupas, entre outros) apresentam moldes especialmente adaptados para pessoas com necessidades específicas e cujos acabamentos facilitam a tarefa de vestir/despir, nomeadamente, em termos ergonómicos e antropométricos, para uma maior autonomia do utilizador, sendo ainda funcionais ao nível do tratamento dos tecidos - aos quais lhes foi conferido determinadas propriedades químicas. Os acabamentos têm sempre em vista o conforto, a funcionalidade e a estética. As peças pretendem também responder a necessidades de reabilitação.
Os visitantes terão ainda a possibilidade de desenvolver produtos à sua medida (Made-to-Measure) em qualquer modelo da colecção bem como saber como podem receber em casa as suas encomendas sem qualquer custo de entrega. As Pessoas Com Necessidades Especiais (PCNE), e em particular as que se deslocam em cadeiras de rodas têm necessidades específicas que o vestuário convencional não acompanha.
Projecto de investigação, para além de ficarem esteticamente bastante desfavorecidas, o mesmo não se adapta à posição de sentado: a existência de sobreposições de tecido em determinadas zonas, algumas costuras e acessórios originam níveis de pressão no corpo, que pela falta de oxigenação e circulação sanguínea na zona provocam grande desconforto e podem evoluir facilmente para o aparecimento de úlceras de pressão.
O projecto WeAdapt visa contribuir para a inclusão das PCNE pelo aumento da sua auto-estima, conforto e qualidade de vida. O trabalho de investigação que gerou em empresa, iniciou-se em 2005 com uma tese de mestrado.
A ideia acabou por reunir uma equipa de cinco pessoas, com proveniências tão diversas como o Design e a Engenharia Têxtil, Polímeros, Electrónica, Mecânica, Física e Psicologia. A motivação foi crescendo com cada protótipo, produzido com os colaboradores da APD – Associação Portuguesa de Deficientes – delegação de Braga, descobrindo a contribuição de cada modelo para a melhoria da auto - estima e bem-estar pessoal de cada um.
.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pela vossa visita, vossos comentários são sempre bons para melhorar este espaço.
Voltem sempre.

Related Posts with Thumbnails