AMIGOS

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

'' ATÉ JÁ_TMN ''

portugal,mghorta


.

Não seria caso para vir aqui descrever, caso fosse eu um cidadão normal, mas o caso é mais que estúpido, não se da minha parte ou de outros.

Em tempos, ouvia-se a anedota de que quando um carro de marca, nomeadamente o da estrelinha na frente do capou, mal pisasse o asfalto da rua, perdia na casa dos 25% do valor de compra assim que saísse do stand.

Até aqui, nada de queixa, porque quem compra um carro estrelado, tem dinheiro.

Mas o caso é outro, uma operadora que às 24 horas de 8 Dezembro 2009 aufere de uma transferência de 10 € de um cliente, que só coloca esse valor, não contando já com o crédito de 2,5 € que lhe foi dado, às 17 h do dia 9 de Dezembro do corrente mês, isso já emperra no modo do utente do numero em questão.

Esse utente que por sua vez é um cidadão comum, como qualquer mortal que ainda tenta respirar neste país de ladrões, fica privado de um serviço porque pagou na hora e ainda paga taxa bancária, melhor teria ido aos CTT da zona e fazer seus conctatos, caso fosse ele normal. Mas o caso não é esse, é um cidadão paraplégico que de um momento para o outro precisa dos serviços médicos ou outros, assim pergunto, caso fosse um cão grande desses que proliferam no nosso quatodiano, será que a TMN responderia com um ATÉ JÁ, ou faria o mesmo que fez a esse cidadão que ficou privado de telemóvel das 24 horas até ás 17h do dia 9 Dezembro ?

É assim o estado sítio de um país sem roca e sem fuso, olhando só ao simples facto de 10 € por utente, retirando a crédito que humanamente a TMN dá, fica 6,99 €. Este valor olhando aos milhares de portugueses utentes desta rede, que penso que são milhares, não aventando ser milhões, podemos imaginar quantos milhões de euros estes cavalheiros da TMN não movimentaram nestas horas ao sabor de uma tecla 2 em que a operadora dizia que por erro informático não tinha sido efectuado a actualização do crédito dos utentes, falo por mim.

Este simples facto só mostra como grandes companhias roubam à descarada os simples usuários de um numero de telemóvel.

Será motivo para dizer até já ?

Related Posts with Thumbnails