AMIGOS

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Feliz Ano Novo.




Todos os dias é Ano Novo,
entre a lua e as estrelas,
num sorriso de menino,
no canto dos passarinhos,
em cada olhar no olhar,
numa nova esperança.
Todos os dias é Ano Novo,
no ritmos dos sons,
na harmonia das cores
na natureza esquecida,
na frescura da aragem da brisa,
na própria essência da vida.
Todos os dias é Ano Novo,
no regato cristalino,
pequeno servo do mar,
nas ondas beijando a praia,
na límpida luz do Luar.
Todos os dias é Ano Novo,
no infinito da escuridão,
em todo o brilho das estrelas,
na amplidão do Universo,
no escuro tom dos planetas,
no simples gozo prazer de as ver,
nos segredos desta Vida,
no germinar da semente.
Todos os dias é Ano Novo,
nas rotações da Terra,
que gira incessantemente.
Todos os dias é Ano Novo,
no orvalho das manhas,
nas cores de jardim florido,
no cheiro que emana da Terra,
e no Sol que sempre amanhece.
Todos os dias é Ano Novo,
nas flores que desbrocham
perfumando a atmosfera,
nas folhas brotadas verdes,
como anunciando a Primavera.
Somos capazes, 
nos faz querer Paz
é Esperança.
Todos os dias é Ano Novo,
no colibri mais belo
dos olhos nossos.
Todos os dias é Ano Novo,
na Paz e na alegria de Ele,
não tem Vida sem volta
e não há volta sem Vida
no ciclo da natureza
neste constante ir e vir,
no brotar que se renova,
na vida que segue sem parar,
em quem semeia carinho,
nos que semeiam bondade,
quando ajudamos nosso próximo,
no retorno da felicidade
Todos os dias é Ano Novo,
FELIZ ANO NOVO.

by mghorta


quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Condutor Profissional em Leiria


Em regra geral, a consciencialização do cidadão tem reflexos enormes, e quando um profissional de condução de empresas em regra geral, passam por admissão, e até tem na traseira das mesmas viaturas um slogan idêntico a este; ''Viatura conduzida por um profissional, se porventura tiver algo contra, telefone''.

Pois eu não telefonei, porque o dinheiro está caro e não há para denunciar abusos destes, porque deviam ter a plena consciência de aquilo que fazem, e isto faz parte da cidadania.

Hoje frente ao Olimpios Oculista, na Av. Marquês de Pombal junto ao Pingo Doce em Leiria, esta viatura estava tão bem estacionada que idosos tiveram que passar de roda, quanto mais um comum cidadão de cadeira de rodas, que teve de  fazer o mesmo,

Além de ficar em cima do passeio, o próprio com Calçada arrancada, dificultava aos transeuntes  o trajecto, fica o reparo para que estas situações que mesmo digam que são 5 Minutos ( que não foi o caso), pode dificultar a muitos cidadãos, e que não volte acontecer.








N.B.
Se a matricula incomoda, ou as fotografias, Escrevam  que eu reparo.




domingo, 19 de outubro de 2014

Leiria sensibilizada hoje Domingo aos 19 de Outubro 2014



Condutor consciente, para cómodo seu, estaciona precisamente no passeio e passadeira, onde a idade e pessoas de mobilidade reduzida têm que contornar o obstáculo que é um pópó de um cidadão que não deixa de ser comum, mas se tornou empecilho para outros cidadãos comuns. 



Se porventura se identifica com esta viatura, 
peça para esconder a matricula.


sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Cicatrizes.


Se uma cicatriz incomoda muita gente, várias cicatrizes incomodam muito mais...
Meu corpo é rodeado de cicatrizes, jamais terei complexos de tal, se as cicatrizes existem, é apenas reflexos por aquilo que passei, umas boas e outras assim-assim, como também outras piores,
Mas pelos momentos que lutei, serei auto suficiente para voltar a lutar e esperando sempre na mira de estar independente de todas as cicatrizes.
Poderão me perguntar se tenho complexos, mas responderei que não, porque é com elas que aprendi a me conhecer melhor, aprendi a viver com elas, sejam de carne ou sentimentais, bem como simbólicas, são meramente marcas em meu corpo.
Mostro as que mostro, sejam elas bonitas ou feias, mas hoje limito-me a referenciar que pelo período que passei e sofri, devo agradecer aos que me acompanharam no sofrimento, sejam próximos, enfermeiros ou doutores.
Hoje, passado dois anos que fui operado  pela ultima vez, quero me rego-gizar de que estou bem, OBRIGADO A TODOS.






De AS RODINHAS


quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Sem limitações.


Uma forma, modo ou super determinação de estar vivo, é deveras emocionante ver como a deficiência pode ser ser contornada e fazer algo de valor ou até mesmo incentivar outros a seguir o mesmo, estejamos vivos.

Clica em HD para veres em  grande.

sábado, 11 de outubro de 2014

Amor improvável de Haatchi



O mundo é tão cruel, tão animal e selvagem que quando tudo pode ter sido desastroso para alguém, mesmo que seja um simples cão, porque Haatchi afinal de contas não é meramente um cão, é um ser superior e com uma alma maior que o mundo de qualquer pessoa humana.

Quando se pensava que ser seu fim na encruzilhada de linhas férreas, eis que aconteceu o milagre de ser resgatado com vida apesar e fazer as alegrias de uma criança e preencher uma casa de familia com todo o carinho que qualquer mundo possa aguentar.

Confiram com vossos próprios olhos e emocionam-se por favor;   Haatchi





De AS RODINHAS




sexta-feira, 10 de outubro de 2014

O executivo...


... que só enxergam o seu próprio umbigo em desprezo total para com os outros que os rodeiam, destes está o mundo cheio, até quando?

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Dos fracos não rezam a história.



Porventura se fosse abordado a fazer uma a travessia no deserto, no sentido figurativo, eu o faria de modo mais singular possível, mas fazer uma aventura de 180 quilómetros de cadeira de rodas, só  mesmo para verdadeiros campeões.

Aqui expresso o meu apreço e solidariedade para que os esforço de tamanha façanha seja coroada de êxito, a menos que os ouvidos e olhos dos que prometem sejam vesgo ou surdos.

FORÇA AMIGO


sábado, 20 de setembro de 2014

Aos Leirienses



Quero fazer aqui um pedido especial a todos os leirienses, dado que a Câmara Municipal de Leiria Câmara Leiria criou uma ferramenta de ajuda para todos os cidadãos de necessidades especiais e de mobilidade reduzida, aos que tiverem em suas casas cadeiras de rodas, andarilhos, camas, moleta/s ou outros acessórios que porventura já não dão utilidade, que pretendam dar para o mesmo Banco de ajudas, que se manifestem aqui ou entrem em contacto com a autarquia usando o link acima.

Obrigado sr. Presidente Raul Castro e aos envolventes neste projecto que vem dar mais uma valia aos que de uma forma ou outra irão recorrer ao projecto.


Resultados da procura

UM MODO DE LUTA




Durante os dias 23, 24 e 25 de Setembro, Eduardo Jorge um tetraplégico com 90% de incapacidade vai percorrer 180 quilómetros em cadeira de rodas desde Concavada (Abrantes) até à Praça de Londres em Lisboa.



Esta é mais uma maratona que Eduardo Jorge tem levado a cabo nos últimos anos, lutando pelo direito a uma vida independente. Este homem que tem dedicado os seus últimos anos a lutar por mais direitos para os que sofrem de deficiências físicas, concluiu ainda assim o seu curso superior e tem trabalhado na sua junta de freguesia onde tem feito um importante trabalho social.



Eduardo irá percorrer as estradas nacionais 118, 114 e 10, passando por localidades como Chamusca, Alpiarça e Almeirim onde chega por volta das 17h30 do dia 23 de setembro para fazer uma vígilia em frente ao edifício da Câmara Municipal de Almeirim. No dia 24 saí de Almeirim às 8h00 passando por Benfica do Ribatejo, Salvaterra de Magos, Benavente, Vila Franca de Xira e Alverca onde pernoitará e no dia 25 segue até à Praça de Londres em Lisboa onde pretende chegar às 10h00.


Eduardo já garantiu um colchão e uma cama articulada para passar a noite em Almeirim e Alverca.



LEIA MAIS EM



quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Nunca...


Nunca desespere antes...
Nunca comemore antes de...
Nunca desista antes de...
Nunca abandone seu sonho,
Nunca abandone seu posto de batalha.


sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Liberdade com Firefly



ANTES


DEPOIS




O Firefly é um equipamento eléctrico que se pode adicionar à sua cadeira de rodas manual com uma simplicidade suprema.

Usa 4 sistemas de travamento automático (rótulas) para fixação ao chassi (quadro) de sua cadeira, extremamente rápido e fácil, recomendado somente para paraplégico.

Ao acoplar o Firefly à sua cadeira de rodas, torna-se numa cadeira de rodas eléctrica, permitindo ao usuário maior alcance e velocidade.

Este equipamento extra foi projectado para uso ao ar livre e tem alcance máximo de 30 Km, dado à sua mobilidade pode fazer inversão em qualquer espaço.

Dado ao seu pequeno raio de viragem, pode-se ser usado dentro de casa (não propriamente num T1), mas pode ser usado em centros comerciais, espaços e edifícios públicos bem como em centros de reabilitação.

Este equipamento é desenvolvido pela Rio Mobility em San Francisco.

Características:

  1. Montagem e desmontagem ultra rápido e fácil.
  2. A Firefly torna sua simples cadeira de rodas em uma cadeira de rodas eléctrica.
  3. A Firefly encaixa na maioria de todas as cadeiras de rodas manuais.
  4. OF Versão rápido tem a velocidade de 18 ou 12 Km/h.
  5. OS Versão lenta com velocidade máxima de 15 ou 8 Km/h.
  6. Afinação por parafuso as velocidades.
Mais detalhes: Firefly


terça-feira, 5 de agosto de 2014

Obrigado Câmara Municipal de Leiria




A par de outras Câmaras Municipais a nível Nacional, eis que a de Leiria partiu com a possibilidade de disponibilizar aos cidadãos seus munícipes de ajudas técnicas tais como cadeira de rodas e outros equipamentos a possuidores de deficiência motora ou de mobilidade reduzida.


Leia mais: Ajudas Técnicas


Toda esta noticia tem um sabor amargo quando o decidi aqui transcrever, porque no passado recente e depois de ter falado com algumas pessoas e ter vendido a ideia, eis que agora aparecem com a decisão, meus aplausos para o sr. Presidente  Raul Castro.



quarta-feira, 30 de julho de 2014

Believe (sigamos em frente)






segunda-feira, 9 de junho de 2014

Aventura e adrenalina na Cidade de Leiria.



Novos e velhos, ricos e pobres, homens ou mulheres, descalços ou de salto alto, cadeira de rodas ou andarilho, bem como de canadianas ou moleta, até mesmo de bengala, nacionais ou estrangeiros, se quiserem viver aventura e sentir adrenalina solta nos seus poros da pele seca ou molhada, atrevam-se a fazer percurso a pé pela cidade de Leiria desde qualquer lugar para outro nesta cidade que se prima por ser acolhedora e hospitaleira que até bem à pouco teve o dia da cidade, a Feira de Leiria, um evento importante como os trajectos do Crime do Padre Amaro, até mesmo o mercado medieval, ranchos e folclore, tem de tudo bom somente o que começo por descrever é que não devia mesmo acontecer.

Saí de casa como acontece regularmente e muitas das vezes vou à cidade pelos passeios na minha cadeira de rodas, até aqui tudo é normal senão tivesse acontecimentos bruscos como carros no passeio, ter que sair da minha rota por vezes porque alguns condutores menos atentos estacionam selvaticamente nos lugares dos transeuntes.



Mas mais importante é fazer os trajectos sem bater com uma roda no buraco de calçada que teima haver por todo o lado, é uma vergonha termos que desviar dos passeios por esse motivo, qualquer pessoa normal o faz quanto mais um cidadão de mobilidade reduzida.



A rua direita que disso não tem nada (Rua Barão Viamonte), mais torta e sinuosa que um rio procurando seu jeito de correr, que até os próprios cidadãos de veiculo motorizado se desviam dos buracos que a calçada teima em faltar nalguns lugares, quanto mais eu ou outros cidadãos de mobilidades reduzida.



Passando por vários passeios e largos, temos de facto uma boa qualidade de passagem, noutros é de facto uma aventura não cair ou ter uma entorse num pé.

Outro lugar que é um autentico calvário para os de cadeira de rodas é a zona da Nova Leiria, passeios altos e passagens para nós é mentira.

Na rotunda frente aos Jardins do Lis para os que querem ir para o lado do Grémio, aí terá que circundar toda a Rotunda, ou então ir pelo caminho mais direito que é o alcatrão no piso dedicado ao transito motorizado.



p.s
Como é que uma cadeira de rodas passa esta passadeira frente ao Barclays nos Jardins do Liz?




No outro lado para se ir para o Grémio, só mesmo para normais e mesmo assim!



Poste de iluminação no meio do passeio frente ao Santander Totta na Nova Leiria. Quando não são buracos, são estes obstáculos que nos fazem descer ao asfalto e correr o risco de sermos abalroados por um veículo.



Sabemos que a cidade está em evolução, mas senhores reparadores de linhas ou outras redes, quando levantarem as tampas para passar fios, por favor, reparem as mesmas para que não caiem nelas, ou então retirem as barreiras e não se esqueçam delas por tento indeterminado.

Fui a semana passada à Nerlei, como o fiz hoje de novo, eis que se o trajecto já é uma aventura para pedestres quanto mais para um cidadão de cadeira de rodas, mas isso não é importante para outros, olhem só o que me deparei por ambas as vezes que lá me desloquei, a rampa que devia dar acesso ao parque estava devidamente bloqueada pela mesma viatura, será que alguém se esqueceu lá dela?



Esta foto tem 8 dias.



Esta tirada ontem.


Mas aqui uma ligeira ressalva, é que de facto as rampas ao longo do parque do Estádio Magalhães Pessoa são para veículos e não para os de mobilidades reduzida, dado que não estão devidamente assinalados.

Mas também devo elogiar um aspecto que já devia o ter feito como cidadão da cidade de Leiria, uma obra que está bem feita junto aos acessos ao Centro Comercial do Maringá, estacionamento para ambulâncias e dois lugares para deficientes, estes com a largura e bem assinalados no asfalto, mesmo ali na Rua Mouzinho de Albuquerque.





O mesmo já não digo do passeio que segue até à rotunda do Estádio que além das árvores e raízes bem como calçada solta na mesma, só mesmo para quem precisa de aventura e adrenalina para alimentar o stress. 




p.s.
Peço desculpas de as matriculas estarem a descoberto, se incomodar alguém, que se acuse.




sábado, 15 de março de 2014

Leiria e as suas acessibilidades.



Leiria está de parabéns, mais uma boa iniciativa, embora com os transtornos que causam as obras, já se vai vendo algo mudado nos passeios da cidade, sabemos que é lento o processo, mas acredito que muito em breve teremos acessibilidades a muitos lugares que até não tínhamos.
Obrigado sr. Presidente Raul Castro.


______________

Começo por elogiar a autarquia, ou seja a Câmara Municipal de Leiria por tão bom serviço tem prestado aos seus munícipes  por ter melhorado em bastante os serviços e espaços com acessibilidades para pessoas de mobilidade reduzida.

Pode-se ir à cidade, os passeios estão quase todos com boa travessias, alguns lugares ainda com calçada solta, mas está em condições de todos poderem usufruir alguns lugares com assiduidade porque a esta parte tudo melhorou.

Também quero agradecer o protocolo com as autoridades policiais em relação ao parqueamento, que desde estejamos bem identificados não necessitamos de tirar ticket de parqueamento, o que nos torna de facto mais cómodo estacionar em qualquer lugar, bem como ficamos com uns cêntimos a mais no bolso.



Digo em qualquer lugar porque nem todos os lugares que a câmara disponibilizou para tal, não são acessíveis às condições de alguns, não só pelo espaço de deixar o carro para tirar a cadeira de rodas, bem como o próprio chão, para exemplo na parque  frente à câmara só tem um lugar e é logo ao fundo em espinha que torna logo dificuldades aos que querem ali estacionar, também peca por ter poucos lugares nos locais que com mais assiduidade necessita qualquer cidadão ou munícipe, tal como os correios, os Tribunais e até a própria Câmara.




Junto ao tribunal.




Estes lugares junto à Câmara que são para os senhores camarários em chão direito (não tenho nada a ver com isso), bem poderiam guardar um ou dois para deficiente, porque o outro perto está é tão acidentado que até já vi um portador de deficiência em cadeira de rodas tombar no chão.

Confiram o lugar:







Por outro lado, em regra geral os espaço dados aos de mobilidade reduzida deverá ser de modo que outros não estacionem ao lado ao ponto de ficar entalado como uma sardinha na lata, o que acontece regularmente.

Entretanto e como não é desejável, ainda temos alguns munícipes que são desleixados ou esquecidos de que ainda tem gente que precisa de passar nos passeios, e estacionam selvaticamente em todo o lugar que mais lhes convém para chegar aos destinos convenientes.


Obrigado Câmara Municipal de Leiria.

sábado, 8 de março de 2014

CONDUTOR INSENSÍVEL NA CIDADE DE LEIRIA

Tem dias em que tudo pode ser maravilhoso, porque o Sol prometeu e veio para ficar por uns dias, mas não chega só ter o calor que faz lembrar a primavera que está a chegar a qualquer momento, é preciso que sejamos inseridos numa sociedade que mais se preocupa olhar para seu umbigo e ego, não olhando ao seu redor e prejudicar terceiros.

Ontem dia 7 de Março 2013, saí de casa com a intenção de ir à Segurança Social, como costumo desço a rua do Município e frente ao Tribunal tem uma passadeira excelente, tudo estava a correr bem senão fosse um Smart estacionado junto aos contentores do lixo cortando a minha passagem para descer a rua pelo passeio, mas aqui perdoei porque são alguns cavalheiros, ou senhoras que vão ao Montepio numa corridinha levantar dinheiro no multibanco ou fazer algo, penso eu que seria assim.

Desci e fui ao meu destino pela estrada abaixo até pegar de novo o passeio e seguir o meu trajecto.

A manha correu depressa, mas não acabou aqui a  minha odisseia, porque afinal meu assunto não era ali mas sim na secção de contencioso e lá vou eu a descer a Av. Marquês de Pombal até à Rua Francisco Pereira da Silva, que tem a particularidade de nem ter acesso para cadeira de rodas, além de estar uma carrinha de um reparador de cortinados de traseira que me impedia o acesso.
Fui atendido na rua, o sol teimava arder, até que um senhor teve a amabilidade de me subir para o patamar acima onde fazia sombra, até que a segurança muito simpática me tratasse do assunto, correu bem e lá de novo o cavalheiro das limpezas me faz descer o degrau porque a carrinha lá continuava.

Bom, até aqui tudo normal, desço a rua em questão e subo a Marquês de Pombal pelo lado da esquerda aproveitando a sombra, mas como não tem duas sem três, novo obstáculo para um simples transeunte  que sentado numa cadeira de rodas tenta ultrapassar barreiras.

Desta vez não deixei de documentar porque passado uma hora o pópó de alguém menos sensibilizado para condições de outros não teve a forma de reparar ou até mesmo pedir desculpa e sair de lá.


Valeu as acessibilidades na cidade de Leiria estarem muito bem, porque antes era uma tragédia atravessar a Av. Marquês de Pombal, mas hoje tem vários pontos de travessia bem posicionados e assim lá fui na minha trajectória até ao meu destino a casa.

São estes momentos e acidentes de percurso que torna um dia que poderia ser menos cansativo, passou a ser um dia stressado. 

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Erecking ball _ Gafanha do Carmo


Poderão muitos criticar, muitos passar despercebidos ou outros ainda rirem, mas este vídeo e seu conteúdo ao jeito de Miley Cyrus, mostra quanta determinação, empenho e coragem destes seniores (idosos) de uma Associação em   Gafanha do Carmo 
mostraram de uma forma pura e bela, sem medos e com
determinação, coragem um modo de estar na
 vida.

Com este exemplo eles dizem, estamos cá, estamos vivos e recomendados meus amigos.




quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Fecalomas



Um problema que bate à porta de todos nós, e eu não sou caso único.
Muitos problemas passam a nos acompanhar, desde que sejamos portadores de lesão medular e um deles é a constipação intestinal, esta por sua vez é a maior das queixas de todo o paraplégico bem com tetraplégico. 
A constipação intestinal provoca endurecimento das vezes, que por sua vez promove aparição dos ditos fecalomas  (Fecaloma)   , ou seja pequenas bolas que passam a bolas enormes e provocam obstrução total do intestino.
Este problema acontece quando a diminuição de líquidos ingeridos no organismo, ou seja quando a percentagem de 70% de água no organismo baixa de valores. 
Devemos tomar todo o cuidado com esta patologia pois é a consequência de graves lesões intestinais graves, onde por muitas das vezes só com intervenção cirúrgica resolverá o problema. 
Muitas das vezes precisamos de usar medicamentos que podem provocar a constipação como os anti-ácidos, antidepressivos, anti-hipertensivo e até mesmo analgésicos.
Antes de tomar todos os medicamentos receitados por consulta médica, deve-se ter em mente ler e reler as indicações do receituário antes da ingestão dos mesmos, e por alguma razão o organismo ter mostrado contra-indicação, é parar de tomar e falar com seu médico de família.
Para evitar fecalomas dever ter uma alimentação rica em fibras, legumes e fazer a ingestão máxima de líquidos, evitar bebidas com grau elevado de alcool.

Pode também ler: doencas/fecaloma/





Related Posts with Thumbnails