AMIGOS

sábado, 8 de março de 2014

CONDUTOR INSENSÍVEL NA CIDADE DE LEIRIA

Tem dias em que tudo pode ser maravilhoso, porque o Sol prometeu e veio para ficar por uns dias, mas não chega só ter o calor que faz lembrar a primavera que está a chegar a qualquer momento, é preciso que sejamos inseridos numa sociedade que mais se preocupa olhar para seu umbigo e ego, não olhando ao seu redor e prejudicar terceiros.

Ontem dia 7 de Março 2013, saí de casa com a intenção de ir à Segurança Social, como costumo desço a rua do Município e frente ao Tribunal tem uma passadeira excelente, tudo estava a correr bem senão fosse um Smart estacionado junto aos contentores do lixo cortando a minha passagem para descer a rua pelo passeio, mas aqui perdoei porque são alguns cavalheiros, ou senhoras que vão ao Montepio numa corridinha levantar dinheiro no multibanco ou fazer algo, penso eu que seria assim.

Desci e fui ao meu destino pela estrada abaixo até pegar de novo o passeio e seguir o meu trajecto.

A manha correu depressa, mas não acabou aqui a  minha odisseia, porque afinal meu assunto não era ali mas sim na secção de contencioso e lá vou eu a descer a Av. Marquês de Pombal até à Rua Francisco Pereira da Silva, que tem a particularidade de nem ter acesso para cadeira de rodas, além de estar uma carrinha de um reparador de cortinados de traseira que me impedia o acesso.
Fui atendido na rua, o sol teimava arder, até que um senhor teve a amabilidade de me subir para o patamar acima onde fazia sombra, até que a segurança muito simpática me tratasse do assunto, correu bem e lá de novo o cavalheiro das limpezas me faz descer o degrau porque a carrinha lá continuava.

Bom, até aqui tudo normal, desço a rua em questão e subo a Marquês de Pombal pelo lado da esquerda aproveitando a sombra, mas como não tem duas sem três, novo obstáculo para um simples transeunte  que sentado numa cadeira de rodas tenta ultrapassar barreiras.

Desta vez não deixei de documentar porque passado uma hora o pópó de alguém menos sensibilizado para condições de outros não teve a forma de reparar ou até mesmo pedir desculpa e sair de lá.


Valeu as acessibilidades na cidade de Leiria estarem muito bem, porque antes era uma tragédia atravessar a Av. Marquês de Pombal, mas hoje tem vários pontos de travessia bem posicionados e assim lá fui na minha trajectória até ao meu destino a casa.

São estes momentos e acidentes de percurso que torna um dia que poderia ser menos cansativo, passou a ser um dia stressado. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pela vossa visita, vossos comentários são sempre bons para melhorar este espaço.
Voltem sempre.

Related Posts with Thumbnails