AMIGOS

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Leiria Acessível_e ''ao sétimo dia...''


Nas traseiras da Avenida Marquês de Pombal, mais propriamente no acesso aos armazéns do Pingo Doce, área comercial com muito fluxo de clientes, temos um buraco eterno...



... não basta o alcatrão ser de qualidade, que vai para anos que não é reparado, os carros aos zig-zags e o peão passam por dentro do circuito das viaturas...


... Não basta estes buracos que até um teimosamente existe e  além de vedado com uns ferros e fita,  os de mobilidade reduzida tal e qual eu que me desloco de cadeira de rodas temos que mudar de trajecto,  uma vez que vai para duas semanas que está empoado de pó para calceteiro reparar, logo mesmo à entrada para as garagens de parqueamento a pagar  do Pingo Doce... 
 Já não existe calceteiro camarário ou estarão de férias?


Tem outro crime ambiental neste lugar, alguém tem uma piscina no terraço e de vez aquando deita para a rua um liquido vermelho (cloro) que premeia os transeuntes com uns pingos na roupa e cabeça, bem como as viaturas estacionadas na frente ficam aptos a lavar.


Buracos atrás de buracos, será que o Empresário Jerónimo Martins que é senhor do estacionamento não tem uma pequena importância para reparar o estacionamento para que o peão tenha acessibilidades para chegar ás caixas do mesmo?




Buracos crónicos, todos os anos por duas ou três vezes este passeio é reparado, e o Gabinete da Câmara das Obras Publicas não se debruçam sobre o assunto e deixam estes buracos eternamente soltos e as pedras da calçada a voaram de lugar em lugar sujeitos a ficarem debaixo de um pneu e saltar para partir vidros de viaturas,
como já aconteceu a muitos, ou esperam que uma pedra destas mate um peão ou uma criança que passe por estes lados?


----///----


''E ao sétimo dia...''
Queria eu dizer, quatro semanas fez-se a obra, sem se evitar umas quedas de idosos frente à na loja dos legumes e frutos secos, mas  isso não é relevante, relevante foi os serviços da SMAS que esteve a limpar uma caixa de águas, ao tirarem a areia não a levaram, antes meteram-na no calçada abatida pelos rodados dos camions do Pingo Doce que aos domingos estacionam acima do passeio como já aqui documentei noutra publicação.





Não posso deixar de elogiar o fiscal (pombo) da obra que oportunamente veio ver se o trabalho está bem feito, mais uns remendos que deixam a desejar, má qualidade e quando voltar a chover, lá se vai o betuminoso.



OBRIGADO À AUTARQUIA E AO SRº PRESIDENTE RAUL CASTRO QUE DEU UM FORTE INCENTIVO PARA QUE ISTO FOSSE UMA REALIDADE. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pela vossa visita, vossos comentários são sempre bons para melhorar este espaço.
Voltem sempre.

Related Posts with Thumbnails