AMIGOS

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Leiria Acessível_e ''ao sétimo dia...''


Nas traseiras da Avenida Marquês de Pombal, mais propriamente no acesso aos armazéns do Pingo Doce, área comercial com muito fluxo de clientes, temos um buraco eterno...



... não basta o alcatrão ser de qualidade, que vai para anos que não é reparado, os carros aos zig-zags e o peão passam por dentro do circuito das viaturas...


... Não basta estes buracos que até um teimosamente existe e  além de vedado com uns ferros e fita,  os de mobilidade reduzida tal e qual eu que me desloco de cadeira de rodas temos que mudar de trajecto,  uma vez que vai para duas semanas que está empoado de pó para calceteiro reparar, logo mesmo à entrada para as garagens de parqueamento a pagar  do Pingo Doce... 
 Já não existe calceteiro camarário ou estarão de férias?


Tem outro crime ambiental neste lugar, alguém tem uma piscina no terraço e de vez aquando deita para a rua um liquido vermelho (cloro) que premeia os transeuntes com uns pingos na roupa e cabeça, bem como as viaturas estacionadas na frente ficam aptos a lavar.


Buracos atrás de buracos, será que o Empresário Jerónimo Martins que é senhor do estacionamento não tem uma pequena importância para reparar o estacionamento para que o peão tenha acessibilidades para chegar ás caixas do mesmo?




Buracos crónicos, todos os anos por duas ou três vezes este passeio é reparado, e o Gabinete da Câmara das Obras Publicas não se debruçam sobre o assunto e deixam estes buracos eternamente soltos e as pedras da calçada a voaram de lugar em lugar sujeitos a ficarem debaixo de um pneu e saltar para partir vidros de viaturas,
como já aconteceu a muitos, ou esperam que uma pedra destas mate um peão ou uma criança que passe por estes lados?


----///----


''E ao sétimo dia...''
Queria eu dizer, quatro semanas fez-se a obra, sem se evitar umas quedas de idosos frente à na loja dos legumes e frutos secos, mas  isso não é relevante, relevante foi os serviços da SMAS que esteve a limpar uma caixa de águas, ao tirarem a areia não a levaram, antes meteram-na no calçada abatida pelos rodados dos camions do Pingo Doce que aos domingos estacionam acima do passeio como já aqui documentei noutra publicação.





Não posso deixar de elogiar o fiscal (pombo) da obra que oportunamente veio ver se o trabalho está bem feito, mais uns remendos que deixam a desejar, má qualidade e quando voltar a chover, lá se vai o betuminoso.



OBRIGADO À AUTARQUIA E AO SRº PRESIDENTE RAUL CASTRO QUE DEU UM FORTE INCENTIVO PARA QUE ISTO FOSSE UMA REALIDADE. 

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Sistema Travão Acelerador.



Um sistema leve, prático para qualquer deficiente de mobilidade reduzida, por exemplo paraplégico que foi montado pelo meu amigo  Carlos Frazão, proprietário da firma  Leiriadapt com sede em Curvachia na cidade de Leiria.

É o sistema que eu uso, é prático, leve e com acesso a todas as bolsas, por isso compartilho com os leitores.




quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

domingo, 18 de janeiro de 2015

Incongruente Justiça.




Em nome da lei e da Justiça neste país fazem-se as maiores atrocidades imaginárias, tem gente que morre por abandono, outros ficam sem os filhos, tem pais que são maltratados, miséria humana por tudo que é canto, tudo ao jeito de quem quer e sem olhar a quem,

Repasso este caso de uma pessoa que sofre de uma forma, que já é bastante, quanto mais lhes terem tirado os filhos,

Não peço muito, só quero que partilhem o mais possível, vamos ajudar o ex-agente José Alberto Cunha.





Boa tarde Cristina,


eu sou José Alberto Cunha, Agente Principal da PSP em Comissão de Destacamento na Polícia Municipal do Porto desde 01SET2001, venho solicitar MUI URGENTEMENTE AJUDA.

Sofri um acidente muito grave a 21SET2012, na Av. da Boavista - Porto, quando conduzia uma Moto da Secção de Trânsito da P.M. do Porto, estive 6 dias em coma induzido e por volta de dois meses inconsciente que segundo dizem conhecia as pessoas mas não me lembro absolutamente de nada, tendo como consequência ficado Paraplégico. APROVEITARAM-SE DA MINHA SITUAÇÃO COMA/INCONSCIENTE E DA MINHA MULHER ESTAR NO HOSPITAL À MINHA BEIRA PARA ME RETIRAREM INDEVIDAMENTE OS MEUS FILHOS DE 2 E 4 ANOS DE MINHA CASA, BEM COMO COAGINDO A EMPREGADA QUE ESTAVA A TOMAR CONTA DOS MIÚDOS TIRANDO-LHE TAMBÉM AS CHAVES E PONDO-A FORA DE CASA. COM TUDO ISTO FABRICARAM UM PANORAMA IMENSAMENTE NEGRO, QUE EM TRIBUNAL E SEGURANÇA SOCIAL CONTINUAM COM MENTIRAS EM CIMA DE MENTIRAS E PREPARAM-SE PARA POSSIVEL ADOÇÃO.

É O TERCEIRO NATAL QUE VOU PASSAR LONGE DOS MEUS FILHOS... COMO SE NÃO BASTA-SE TER TIDO O TRAGICO ACIDENTE E ESTAR PRESO A UMA CADEIRA DE RODAS, PROVOCARAM-ME ESTA BARBARA MALDADE... E EU SEMPRE ME MOSTREI PRESTAVEL PARA AJUDAR TODOS QUE ME RODEIAM TANTO PROFISSIONALMENTE COMO PARTICULARMENTE.

GOSTARIA DE TORNAR PÚBLICO ESTA GRANDE INJUSTIÇA...
PODE AJUDAR-ME ??????????

OBRIGADO,

JOSÉ ALBERTO CUNHA

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

domingo, 11 de janeiro de 2015

Motoristas em Leiria.

Nem sempre é como queremos, temos sempre algo que barra o caminho, mas afinal de contas onde estes cavalheiros tiraram a carta de condução, será que ainda vem na farinha Amparo.


________________

Na minha cruzada pela Segurança Social no passado mês, tive este pequeno desencontro, ao descer deparo-me com esta situação, não tive outro remédio que senão o contornar.

Depois de estar mais de uma hora em conversação na Segurança Social, venho de novo para meu destino e lá estava a dita viatura, como não estava de ânimo bom, chamo a PSP.

Espero que eles chegassem, mas para espanto meu, vem um senhor de idade avançada amparado por uma bengala, refilo com ele e diz que é reformado, e que também é deficiente, fico sem forças para mais, não o desculpei mas queria que ele saísse do lugar para prosseguir meu trajecto.

Só que entretanto vem o reboque, um amigo meu o conduzia, só pedi para o desculpar dado à sua idade e condição, assim saímos do lugar mas são situações que nos revoltam a todo o momento.


____________________________


O passeio está que nem uma pista de aviões, muito bom para qualquer cidadão de mobilidade reduzida, com umas falhas de calçada aqui e acolá, mas bom para as senhoras de salto alto.

Curioso é também o seguinte, bem à pouco mais de 15 dias atrás, ou seja em Dezembro do passado ano, colocaram um placa neste passeio, só que a dois metros da mesma está uma falha de paralelos que é obra, serão cegos os camarários ou não querem acabar o trabalho de uma vez?

Depois deparamos-nos com estas situações, lá temos que contornar o obstáculo, desta vez uma carrinha que estava bem perto dos ticket's, e sem uma autoridade por perto.

Temos cada vez mais motoristas profissionais no nosso elenco.



___________________



Dia 8 de Janeiro 2015

Uns o são, outros se fazem?

É um desrespeito enorme pelos os de condição de mobilidade reduzida, até mesmo o lugar frente ao Jardim da Câmara de Leiria, embora deficiente para quem lá estaciona dado aos paralelos, ainda tem gente que teima ocupar o lugar.
Certamente que quem conduz esta viatura é profissional, mas eu antes diria, deficiente mental.


quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Feliz Ano Novo.




Todos os dias é Ano Novo,
entre a lua e as estrelas,
num sorriso de menino,
no canto dos passarinhos,
em cada olhar no olhar,
numa nova esperança.
Todos os dias é Ano Novo,
no ritmos dos sons,
na harmonia das cores
na natureza esquecida,
na frescura da aragem da brisa,
na própria essência da vida.
Todos os dias é Ano Novo,
no regato cristalino,
pequeno servo do mar,
nas ondas beijando a praia,
na límpida luz do Luar.
Todos os dias é Ano Novo,
no infinito da escuridão,
em todo o brilho das estrelas,
na amplidão do Universo,
no escuro tom dos planetas,
no simples gozo prazer de as ver,
nos segredos desta Vida,
no germinar da semente.
Todos os dias é Ano Novo,
nas rotações da Terra,
que gira incessantemente.
Todos os dias é Ano Novo,
no orvalho das manhas,
nas cores de jardim florido,
no cheiro que emana da Terra,
e no Sol que sempre amanhece.
Todos os dias é Ano Novo,
nas flores que desbrocham
perfumando a atmosfera,
nas folhas brotadas verdes,
como anunciando a Primavera.
Somos capazes, 
nos faz querer Paz
é Esperança.
Todos os dias é Ano Novo,
no colibri mais belo
dos olhos nossos.
Todos os dias é Ano Novo,
na Paz e na alegria de Ele,
não tem Vida sem volta
e não há volta sem Vida
no ciclo da natureza
neste constante ir e vir,
no brotar que se renova,
na vida que segue sem parar,
em quem semeia carinho,
nos que semeiam bondade,
quando ajudamos nosso próximo,
no retorno da felicidade
Todos os dias é Ano Novo,
FELIZ ANO NOVO.

by mghorta


quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Condutor Profissional em Leiria


Em regra geral, a consciencialização do cidadão tem reflexos enormes, e quando um profissional de condução de empresas em regra geral, passam por admissão, e até tem na traseira das mesmas viaturas um slogan idêntico a este; ''Viatura conduzida por um profissional, se porventura tiver algo contra, telefone''.

Pois eu não telefonei, porque o dinheiro está caro e não há para denunciar abusos destes, porque deviam ter a plena consciência de aquilo que fazem, e isto faz parte da cidadania.

Hoje frente ao Olimpios Oculista, na Av. Marquês de Pombal junto ao Pingo Doce em Leiria, esta viatura estava tão bem estacionada que idosos tiveram que passar de roda, quanto mais um comum cidadão de cadeira de rodas, que teve de  fazer o mesmo,

Além de ficar em cima do passeio, o próprio com Calçada arrancada, dificultava aos transeuntes  o trajecto, fica o reparo para que estas situações que mesmo digam que são 5 Minutos ( que não foi o caso), pode dificultar a muitos cidadãos, e que não volte acontecer.








N.B.
Se a matricula incomoda, ou as fotografias, Escrevam  que eu reparo.




domingo, 19 de outubro de 2014

Leiria sensibilizada hoje Domingo aos 19 de Outubro 2014



Condutor consciente, para cómodo seu, estaciona precisamente no passeio e passadeira, onde a idade e pessoas de mobilidade reduzida têm que contornar o obstáculo que é um pópó de um cidadão que não deixa de ser comum, mas se tornou empecilho para outros cidadãos comuns. 



Se porventura se identifica com esta viatura, 
peça para esconder a matricula.


Related Posts with Thumbnails