AMIGOS

sábado, 27 de dezembro de 2008

'' MEU TRANSPORTE_HYPERBIKE ''


Inspirada numa cadeira de rodas desportiva, só que é uma bicicleta maior com rodas enormes, Curtis DeForest inventou a super 'HiperBike'. Este inventor disse que queria que algo corresse tanto como um carro, as suas enormes rodas de diâmetro 2,5 metros, e os sistemas de pedalarem fazem com que este veículo sem motor alcance os 80 km hora sem qualquer esforço para o monitor.
Com esta aparência singular, não será nada cómodo ver gentes a ir para o trabalho em fato de treino e de mala na mão, porque eles tem que ficar presos com cintas em lugares fixos, caso contrário, rebolam ao favor da rodas...
.
Leia mais: SciFi Tech
.

domingo, 30 de novembro de 2008

'' CADEIRA DE RODAS INVACARE ACTION 4 ''


A quem estiver interessado em adquirir uma cadeira da marca Invacare modelo Action 4 com as medidas de assento 55 cm e aro a aro 74 cm, tenho um amigo que está na disposição de a vender.

Esta foi adquirida para sua filha com medidas especiais, para o que foi preciso ser alterada na fábrica, mas que usou meia dúzia de vezes, pelo que a cadeira de rodas se encontra nova.
..
É sabido que esta marca é umas das que mais resistência e qualidade tem dado aos usuários, sendo que esta suporta até 160 kg.
Aos interessados, fica aqui os dados: mario.f.goncalves@hotmail.com Telemóvel 915602216

sábado, 29 de novembro de 2008

'' GAFFE DE QUEM QUER TER POLEIRO ''





PEDIU A PARAPLÉGICO PARA SE LEVANTAR

É de doidos, Joe Biden, futuro vice-presidente dos EUA, esteve longe de merecer as melhores atenções que a número dois dos republicanos, Sarah Palin, granjeou durante a campanha eleitoral.
No entanto, tal não significa que não tenha cometido gaffes. Soube-se agora que durante uma acção de campanha Biden pediu a um paraplégico que se levantasse para receber os aplausos dos apoiantes...
A pessoa em questão era o senador Chuck Graham, que se desloca em cadeira de rodas.


sábado, 15 de novembro de 2008

domingo, 28 de setembro de 2008

'' FUTURO DA CADEIRA DE RODAS ''


Vários estudos sobre o futuro da cadeira de rodas, eis que um passa atrevidamente para que a realidade seja muito em breve. Só o custo e as necessidades das pessoas com deficiência irá determinar se o nosso futuro, vamos utilizar esta cadeira.
O primeiro prémio no Concurso da Estudantil Autodesk Inventor, a cadeira foi concebida pela Universidade Politécnica Warszawska Polônia. O projecto de cadeira foi concebida por uma equipa de design estudantes Polônia (Michal piersi, Milosz Jamrozy, Igor Modelski, Radziemski Bogusz, Rafal Krzysiak e Kamil RUSZCZYK).
À primeira vista, podemos determinar que a cadeira ainda é manual, impelido pela força. O que chama a nossa atenção é que a cadeira é constituída por apenas duas rodas. Na verdade, a principal inovação é a integração de um giroscópio preparada sob o assento e colocados em posição central.

Se assim for, estamos certos que será lembrado o princípio da Segway, que também permite uma passagem para peões sobre duas rodas com este fórum giroscópio. Não visíveis na imagem, mas representado no modelo 3D do tipo de bateria necessárias para o funcionamento do giroscópio não foi especificada. Ainda dizem que este é mais um conceito de que um plano detalhado para levar a produção real do produto.
Dizer que esta cadeira é um conjunto de engrenagens montadas sobre as duas rodas de um tamanho generoso. Os chassis para a sua parte é constituída por duas molas planas, que estão ligados ao giroscópio. Este não é o primeiro desafio que inspirou inventores do famoso Segway para propor novos conceitos cadeira de rodas ...
É óbvio que esta solução tão atraente embora tenha permitido essa equipe a ganhar o primeiro prémio.
Então, quando o giroscópio sobre duas rodas?

'' VISIONÁRIO ''



Shimizu Japão tem vindo a desenvolver uma cadeira de rodas com a mais alta tecnologia, ou bem concebido, mas que é francamente útil. Esta cadeira é equipada com sensores que analisam as condições ambientais, identificar riscos e ler informações a partir de em torno de edifícios, com etiquetas electrónicas. Isto significa que seja capaz de manobrar-se em segurança, até que ao destino predefinido. Pode também ser operados manualmente e é equipado com um volante e uma paragem de emergência. O programa reflecte a determinação mostrada pelo governo japonês para desenvolver uma rede para todos.
Por cá este belo equipamento é mera ficção, e bem fazia falta para anotar as falhas que a lei sobre as adaptações e acessibilidade para deficientes que neste país é um autentico desastre.
.

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

'' UMA ASSOCIAÇÃO PARA BEM DOS CADEIRANTES ''






O Movimento Habitacional e Cidadania das Pessoas com Deficiência do Distrito Federal – MOHCIPED DF, fundado em 03 de maio de 2008, é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, de carácter social, sem fins económicos, políticos ou religiosos. O Movimento Habitacional e Cidadania das Pessoas com Deficiência do Distrito Federal – MOHCIPED DF tem como missão institucional: “Desenvolver actividades que visem aumentar a qualidade de vida das pessoas, por meio de acções sistemáticas e programadas nas áreas de: habitação, esporte, cultura, lazer, saúde, qualificação profissional, educação, alimentação, turismo, eventos e assistência social em geral”, tendo como visão de futuro: “Ser um modelo de agente de transformação na sociedade, mudando os paradigmas sociais existentes, para um novo modelo mais igualitário, com mais justiça social e cidadania para o indivíduo, para as comunidades e classes em situação de carência social”.

domingo, 14 de setembro de 2008

'' LADRÃO POR CAUSA JUSTA ''


Um homem protagonizou um assalto insólito no estado norte-americano do Texas ao entrar de cadeira de rodas numa loja, armado com taco de basebol e uma faca, para roubar... imaginem, preservativos.
O ladrão começo por bater na caixa registadora com o taco até ela se abrir, no entanto, mudou de ideias e em vez de roubar o dinheiro que ela continha, pegou em dez caixas de preservativos e numa bebida energética, possivelmente RedBull e pôs-se a milhas.
A polícia suspeita que o larápio estava sob efeito de drogas...

'' JOÃO LUZ_OITO ANOS DEPOIS ''


Estou feliz por voltar a sentir as emoções de uma grande competição de todo-o-terreno como esta." As palavras de João Luz ao Correio da Manhã reflectem o entusiasmo de quem viveu "momentos difíceis" e hoje, no arranque do Pax Rali – a etapa portuguesa do Dakar Series –, retoma "uma grande paixão." "Em 2000 sofri um acidente na última etapa da Líbia do Paris-Dakar e fiquei paraplégico", recorda o algarvio, navegador de Carlos Sousa naquela triste tirada.
Mas, oito anos depois, a aventura do experiente navegador, de 37 anos, continua, mesmo numa cadeira de rodas. 'Voltei às corridas em 2002, mas esta é a primeira de grande envergadura. Gosto de viver este tipo emoções.
Até me esqueço de eventuais riscos que possa correr e das minhas limitações', assume...


sábado, 13 de setembro de 2008

terça-feira, 2 de setembro de 2008

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

'' CONTINUA A DESCRIMINAÇÃO ''


''Cão-guia barrado à entrada de bar''
Um casal que serve de família de acolhimento de um cão-guia em fase de treino para auxiliar uma pessoa com deficiência visual viu barrado o acesso a um bar nas Caldas da Rainha e teve de chamar a polícia para desbloquear a entrada no estabelecimento. O dono do bar livrou-se de uma coima que podia ir até aos 45 mil euros – como determina a lei – porque o casal abdicou da queixa.
Elisabete Ávila, 33 anos, professora, e Edgar Ferreira, 28 anos, engenheiro electrotécnico, têm a seu cargo, há um ano, o ‘Cyclone’, um cão da raça labrador retriever, que lhes foi entregue pela Associação Beira Aguieira de Apoio ao Deficiente Visual, de Mortágua, para ensinarem o animal a comportar-se em casa e na rua.
O casal tem uma autorização especial – concedida pelo Decreto-Lei nº74/2007 – que lhe permite aceder a locais, transportes e estabelecimentos de acesso público interditos a outros animais.
Elisabete e Edgar moram em Viseu e foram passar uns dias na Região Oeste. Nas Caldas da Rainha, na noite de 15 de Agosto, pretendiam entrar num bar para que o ‘Cyclone’ se ambientasse a um espaço daquela natureza – que pode vir a ser frequentado pelo seu futuro dono – mas foram travados à porta.
"Mostrámos a identificação do cão e explicámos o decreto-lei e mesmo assim o responsável do bar bloqueou a entrada", contou ao CM Elisabete Ávila. "Tivemos de chamar a PSP, que informou o indivíduo que estes cães podem entrar em todo o lado."
Os animais têm de estar credenciados e identificados e até são dispensados do uso de açaimo quando circulem em lugares públicos. O animal não pode apresentar sinais de doença, falta de higiene nem agressividade.
Restrições a estes direitos são punidas com coimas, que vão dos 250 euros aos 3740 euros, quando se trate de pessoas singulares, e de 500 euros a 44 891 euros, quando o infractor for uma pessoa colectiva.

domingo, 31 de agosto de 2008

'' ACESSOS ''


Fácil para quem quer visitar lugares,
escadaria rolante ?!

'' DEFICIENTE SOFRE ''


'' CORRER POR UM IDEAL ''

NATALIE DU TOIT
.

sábado, 30 de agosto de 2008

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

'' 2010 REWALK ''


Faz hoje precisamente um mês que aqui divulgamos em primeira mão o projecto ReWalk, investigação pioneira no desenvolvimento de um exoesqueleto de forma a movimentar pessoas paraplégicas. Interessantes desenvolvimentos se passaram desde então, havendo já data de lançamento e um preço estipulado para o aparelho!
.
enfermando.blogs.sapo.pt/12911.html
____________________________

sábado, 16 de agosto de 2008

' ACREDITE SE QUIZER '

A primeira que vez que fui ao Pião nas Cortes depois do acidente, isto em 2004, era as festas da senhora da Gaiola, e almocei no meu amigo Abel.
Depois de um almoço e e de confraternização com amigos que não via à muito, eis que chega a hora para me vir embora. O meu amigo Virgílio ficou em me ir buscar, na hora combinada, eis que saiu a procissão da igreja, trânsito fechado e muita confusão, mas tinha que ir ter com ele, o único método que tinha de o fazer, era ir a pé, neste caso de cadeira de rodas.
Mãos à obra, neste caso nas rodas da cadeira, venho pela rua de acesso à igreja e começo a descida, como era ainda os meus primeiros passos neste imbróglio, como a descida é bastante acentuada, digam lá os que batem no contentor do lixo e no espelho ao fundo da rua, começo a embalar de uma maneira que só de travão ABS é que segurava os meus 75 kg mais a desditosa cadeira. Não me perguntem como consegui a travar sem bater cá no fundo, mas que nunca mais o faço, podem ter a certeza.
Toda esta lenga-lenga só para dizer quão apropriada era esta placa logo na saída do Pião das Cortes.
.

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

' LUTA CONTRA A DESCRIMINAÇÃO '


José Lima, o deficiente de 52 anos, realizou a Volta a Portugal em cadeira de rodas, desde Viana do Castelo ao Algarve, fez um percurso atribulado dado que algumas autarquias não deram apoio nem destaque ao feito, no entanto ficaram muitas páginas escritas para alertar as diferenças existentes no sistema em Portugal. Como não bate à porta de alguns o azar, o desastre ou o infortúnio, deixam andar, é este cantinho à beira mar plantado a que se chama de Portugal que tudo acontece.
Passado um ano, eis que se olharmos em volta de nós, só vimos promessas e tudo continua na mesma, poderemos dizer que o esforço que se faz neste campo é inglório e em vão, porque muitos dos lesados e seus terceiros continuam esperando pelas promessas.
Um país de vergonha e do faz-de-conta.




' CURA PARA PARAPLÉGICOS? '




Um passo importante para o tratamento da paralisia motora. Douglas Kerr, cientista da Universidade Johns Hopkins, nos EUA, divulgou os resultados do trabalho da sua equipe: 14 ratos-fêmea foram submetidos durante seis meses a um tratamento que alia o transplante de células embrionárias e a implantação de substâncias químicas.
Dos 14 animais, onze conseguiram recuperar o movimento e a força das patas traseiras, até então paralisadas.
Através da injecção de células de embriões de ratos na medula lesionada, os cientistas conseguiram restaurar os neurónios motores, responsáveis pela realização de circuitos que enviam sinais eléctricos até aos músculos, para que estes sejam capazes de suportar o peso e o movimento das patas.
Para Kerr, o passo seguinte consiste em estender a aplicação deste tratamento aos porcos, animais próximos do ser humano a nível orgânico.
Com o objectivo de encontrar a cura para doenças como a esclerose lateral amiotrófica, esclerose múltipla, Parkinson ou lesões na medula espinal, a equipe americana garantiu que estes procedimentos são um passo para a cura. Todavia, os cientistas americanos advertiram que serão necessários mais alguns anos até este tipo de tratamento poder ser aplicado em pessoas.
Elias Zerhouni, director do Instituto Nacional de Saúde dos EUA, disse aos jornalistas que este trabalho “é um avanço notável para ajudar a entender o uso das células embrionárias no tratamento deste tipo de lesões”.
Esta não é a primeira vez que a equipe de Douglas Kerr publica estudos neste sentido. Há seis anos, os cientistas da Universidade de Johns Hopkins divulgaram os resultados de uma experiência com roedores paraplégicos que puderam recuperar alguma mobilidade nas patas traseiras. Kerr garante que, desta vez, os resultados foram melhores. “Este tratamento é diferente porque usamos células e outros factores desconhecidos até então. O projecto que divulgámos há três anos foi um passo prévio para o que agora conseguimos alcançar”, disse.
O neurocirurgião português José Pratas Vital considera que esta é uma boa notícia para o tratamento daquelas doenças. Porém, não é o único. “Em todo o mundo, cientistas e investigadores vêm usando células embrionárias para resolver os problemas da medula espinal. Uns com êxito, outros nem tanto”, disse o especialista ao Correio da Manhã.
Em parceira com outros neuro cirurgiões do Hospital Egas Moniz, em Lisboa, Pratas Vital tem levado a cabo, há anos, uma investigação para o tratamento de paralisias motoras em seres humanos. “Nós usamos a mucosa olfactiva do próprio doente, que contém células semi-embrionárias, durante a operação e implantamos directamente na medula”, explicou. Os resultados foram positivos: alguns doentes recuperaram a sensibilidade ou mesmo a mobilidade. “Já operámos cerca de 100 doentes e a maioria recuperou a sensibilidade ou o controle da bexiga, a capacidade de se pôr em pé ou a própria mobilidade”, disse Pratas Vital.

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

terça-feira, 22 de julho de 2008

' LUIS CORDEIRO E O SUBMARINO AMARELO '








.
.
.
.
.
.
.
.
O Tiralo ( www.tiralo-usa.com/ ) é um deck flutuante cadeira montada sobre três rodas. Embora não seja uma verdadeira cadeira de rodas, ele cria uma nova forma para as pessoas com deficiência para se divertir ao sol. Ele foi projectado para ir em qualquer lugar-incluindo a água. Puxado manualmente, o Tiralo da ampla wheelbase baixo centro de gravidade e melhorar a estabilidade e a torná-la mais segura para a implantação difíceis trilhas e praias. As rodas são Dunemer ™ inteligentemente concebido para ser suave o suficiente para uma viagem confortável, suficientemente ampla para não afundar na areia. Com a rápida libertação de rodas e Floatrests ™, o acidentado pregas moldura de alumínio para transporte em questão de segundos.

Numa praia litoral, Pedrogão, já se pode ter este modo de fazer praia, e foi aqui que um amigo esteve a tentar fazer a travessia até à Berlenga, ao som dos Beatles com a canção do Submarino Amarelo.
.



OS FEITORES DE UM PASSEIO AMARELO

segunda-feira, 21 de julho de 2008

' NICK VUJICIC '

EXEMPLO DE SUPERAÇÃO
Meu nome é Nick Vujicic e eu agradeço a Deus por ser usado como testemunho para tocar milhares de corações ao redor do mundo.
Nasci sem os membros e os doutores não tem qualquer explicação médica para isso, como você deve imaginar eu enfrentei muitos desafios e obstáculos, meus pais são Cristãos, meu pai é pastor.
Eles não tiveram tempo para se preparar para o meu nascimento, todos choraram o meu nascimento, e se perguntaram o porquê de Deus ter permitido que aquilo tivesse acontecido com minha família, sendo que minha mãe me deu uma irmã e um irmão normais.
Todos achavam que eu não sobreviveria, quando fiz 15 passei a dedicar minha vida a Deus, hoje tenho 23 e terminei meu curso universitário de comércio, me formando em planeamento financeiro e contabilidade.
Também dou palestras de motivação, tenho muitos objectivos... quero ser independente financeiramente até fazer 25 anos, quero ser entrevistado pela Oprah, quero ter um carro adaptado para mim, e quero escrever muitos livros...
Estou escrevendo meu primeiro livro 'sem braços, sem pernas, sem preocupações'.
______________


Related Posts with Thumbnails