AMIGOS

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

'' PORQUE SOMOS OS COITADINHOS !! ''



A sociedade é um imenso mercado, onde muito cedo as pessoas são etiquetadas e colocadas em algum lugar, sem escolha possível. O bonito, o feio, o desajeitado, o inteligente, o atrasado, o grande, o pequeno, o normal, o anormal...
E julga-se, sem piedade, os fracos, os fortes, os vencedores, os perdedores, os sãos, os doentes.
Chama-se de diferente aquele que não está na mesma linha de normalidade que a maioria do ser humano.
Mas, o que é ser diferente senão o fato de não ser igual ?
Não somos assim, todos diferentes ?
Por que etiquetas, se todos trazemos em nós riquezas inúmeras, mesmo se muitas vezes imperceptíveis aos olhos humanos ?
A diferença pede licença sim !!!
Dá-me oportunidade !
Deixa-me mostrar quem sou, ao meu tempo !
Deixa-me desenvolver minhas capacidades e farei florir meu deserto. Peço é oportunidade para mostrar do que sou capaz. Peço aceitação para estar no meu lugar, não o escolhido pra mim, mas aquele onde sou capaz de chegar. Se não plantamos sementes, jamais colheremos frutos !
Deixar que cada qual desenvolva a seu tempo e seu ritmo o seu potencial é dar abertura ao mundo. É a diversidade de flores que dá a beleza a um jardim.
Quem é normal e quem é anormal se o sangue corre da mesma forma para todos, se o coração bate da mesma forma, se as lágrimas têm a mesma cor e se o sorriso fala com as mesmas palavras ?
A diferença pede aceitação, pede respeito, pede tolerância e pede, sobretudo, muito amor.
Anormal não é quem foge dos padrões sociais; anormal é quem não compreende e não aceita que somos todos seres imperfeitos, mas, nem por isso, diminuídos aos olhos de Deus; anormal é quem se acredita grande e pensa que o mundo todo é pequeno; é quem não percebeu o verdadeiro significado da palavra amar.
Quando Jesus morreu de braços abertos foi para abraçar toda a humanidade; quando perdoou o ladrão, lavou pés, sarou cegos e leprosos, foi para nos dar a lição da humildade, para nos mostrar que grande mesmo é aquela pessoa capaz de abrir todas as portas do seu coração e de olhos fechados receber com amor todo aquele que a vida coloca no nosso caminho, independente da sua classe social, raça, religião, condição física ou mental.
A diferença pede licença !...
Abra-lhe o caminho e você vai ver onde ela é capaz de chegar !
Letícia Thompson

12 comentários:

  1. Nãp precisa se desculpar, não me importo desde que me avise como vc fez!!
    Ficou bonito aqui no seu blog!!
    Esse texto é lindissimo!!

    bjão

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente no mundo em que nos vivemos as sociedades colocam rótulos e estimagtizam as pessoas. Acredito que quem vê caras não vê corações, o problema é as pessoas serem realmente capazes de olhar realmente para os outros pelo que eles são e não pelo que parecem ser. Parece que nos dias de hoje tudo é descartável e relativo. Para onde caminhamos nós?

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. Verdade Hugo, a sociedade é tão podre que não enxergam uma trave nos olhos deles, e reparam mum agrelho nos olhos de outros.
    A classe, onde estou, é das que mais são mutiladas e empurradas para um desespero constante, todos os dias estamos a sofrer malifícios em que os traumas ficam para sempre.
    Somos fraldas descartáveis, como tu dizes e bem, e mais que nunca, caminhamos num horizonte sem retorno...

    Um abraço amigo.

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  6. Obrigado Suzy, seu comentário é deveras construtivo. Mas não basta as palavras, porque sabemos, os que navegam no mesmo barco, que realmente somos discriminados a torto e a direito,estamos num mundo em que cada um puxa para seu lado.
    Posso não ser descartável, mas sei até onde posso ir, e o facto de eu ser muito liberal e livre e saber escrever e comentar, não faz de mim um extra, não ganho as minhas pernas, não ganho a indeferença com que todos os dias somos vitimas.
    Mesmo assim, sabendo eu que sou um felizardo em relação a muitos, meu pensamento continua como o post indica.
    Falo por mim, desculpa a minha ousadia.

    Obrigado, volte sempre.

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  8. O 1o paragrafo do meu comentário, podes apagar, sim.
    Em relaçao ao q disseste..lamento muito que tenha q ser assim...

    ResponderEliminar
  9. Está escrito na Bíblia que a quem muito for dado, muito será exigido.
    Tenho uma certa dificuldade em acreditar nas pessoas, mas também é claro que não se pode generalizar. Tudo bem que certamente uma maioria das pessoas que habitam neste planeta se calhar não vale um chavo (sem querer ofender injustamente alguém a quem a carapuça possa servir lindamente...) mas creio na justiça divina e que cada um terá aquilo que merece.
    Até eu, que felizmente não sou deficiente motor ou de outra ordem, sou gozado e estigmatizado por ser como sou e por acreditar no que acredito, como se fosse um antiquado que não segue os mesmos parâmetros (errados) da maioria. Apesar de todos saberem que o respeito é muito bonito, difícil é por vezes contermos e não atirarmos pedras para os telhados de vidro dos outros...

    ResponderEliminar
  10. Olá amigo,

    Na verdade, muitos de nós que por vezes olhamos para o agrelho dos olhos dos outros, esquecemos da trave nos nossos olhos, mas isso é natural da raça humana.
    Quando dizes que a maior parte não vale um chavo, é verdade, e nesse ponto, tento ser o melhor que posso, embora hoje com as minhas sérias complicações, aina faço mais força para inverter as coisas.
    Sei que sou mal recebido no meio dos deficientes, porque ainda existe no meu meio quem diga que tudo é normal, talvez por eu dizer as verdades, me corram de alguns fóruns.
    Não aceito a hipocrisia nem a mentira, é por isso que não me olham de bons olhos, mas tu amigo, tens tudo, idade e conhecimentos que vão além dos meus poucos estudos, se te não intendem, perdoa-lhes, 'porque não sabem o que dizem'.
    Certo que eu concordo com aquilo de dizes, 'quem tem muito, muito lhe será exigido'.
    Pena que aqueles que têm muito neste Portugal ordinário, não destribuiem um pouco pelos acima descriminados pela sociedade, era só um pouco, não preciso muito para inverter sérias situações de muitos deficientes em Portugal...

    Um abraço forte.

    ResponderEliminar
  11. Estive por aqui MGHorta....deixe tudo isto pra tras e venha a onde tem alguem q te ama muitooooo.
    Não esperas ai sentado,venha a onde tem alguem q te ama,bjinhos amor meu.

    ResponderEliminar

Obrigado pela vossa visita, vossos comentários são sempre bons para melhorar este espaço.
Voltem sempre.

Related Posts with Thumbnails